Um paraíso chamado Maceió

Frequentemente quando voltamos de uma viagem, sentimos uma sensação de vazio, tristeza e nostalgia. Para muitos de nós esses sintomas não passam de frescura, para outros se tratam de uma realidade dura e cruel, mas de fato o que é importa é que esse sentimento não fez parte de mim quando voltei ao Brasil. Com as lembranças de Nova York ainda frescas na memória, embarquei para Maceió em uma viagem familiar após alguns dias já em solo brasileiro.

Em 18 de janeiro 2015, embarquei com meus pais para a capital alagoana, Maceió. Embarque realizado em Goiânia no voo G3 1435, fizemos conexão em Brasília e seguimos rumo ao mar de águas cristalinas. Alagoas, está entre os estados de Sergipe e Pernambuco, estado de praias lindas, paradisíacas e bem conhecidas por grande parte do povo brasileiro. A melhor época para desbravar a cidade são os meses de setembro e março, nesta época o sol forte e as temperaturas senegalesas te esperam. Como dito anteriormente, fui em janeiro logo após a virada de ano, pegamos chuvas passageiras as quais não afetaram de forma trágica meu roteiro. Prepare-se para a beleza da orla alagoana. Águas claras, piscinas naturais, corais e coqueiros gigantes vão fazer parte da sua vista em seus dias de marajá.

Acredito que o melhor ponto para começar a conhecer e desfrutar da capital seja por Ponta Verde, Jatiúca e Pajuçara. Essas regiões são bem servidas tanto de pensões com baixo custo até mesmo hotéis estrelados. Nos hospedamos em um hotel simples e econômico, Expresso R1. Fica a 100 metros da Praia de Pajuçara, oferece quartos com ar-condicionado, TV a cabo, Wi Fi gratuito e café da manhã. Ótimo custo x benefício. Depois de realizar o check in e deixar a tralha nos quartos, começamos nosso passeio pela orla de Pajuçara até Ponta Verde, uma boa caminhada…porém com a brisa do mar torna-se muito fácil completar o percurso. No dia seguinte Abelardo chegou e com isso uma companhia para as saídas noturnas…

   –  Que fazer em Maceió?    

Praiaaaa, boa comida e cerveja gelada! Hahahaha. As praias alagoanas, com toda certeza podem ser consideradas uma das mais belas de nosso país, na região urbana encontram-se Pajuçara e Ponta Verde, apesar de serem fotogênicas, as vezes tornam-se inacessíveis para o banho. Mas acalmem-se, a região está lotada de bares, restaurantes e centros comerciais que facilmente te proporcionara boas recordações. Invista sem medo no litoral Sul e Norte. Alguns minutos da cidade é possível conhecer locais como:

  • Praia do Frânces: localizada no litoral sul, possui um litoral com uma barreira de corais, as quais possibilita a formação de piscinas naturais. Possui grande estrutura, com bares e restaurantes para todos os bolsos. Se você deseja tranquilidade vá de segunda a quinta-feira, aos finais de semana possui movimentação intensa.
  • Barra de São Miguel: localizada também no litoral sul, possui uma estrutura menor do que a do Francês, porém se seus gostos não forem tão exigentes, você irá curtir.
  • Gunga: uma das mais conhecidas, possui água cristalina com temperaturas bem acolhedoras. O cenário é completo! Falésias, coqueiros e esportes aquáticos estão à disposição para quem gosta de uma aventura.
  • Outra praia bastante conhecida é São Miguel dos Milagres, porém não descrever, não conheci. Por uma falta de programação, acabamos deixando essa beleza natural para traz. Creio que oportunidades não vão faltar não é mesmo Adriana Albuquerque? Hahahaha.

Após tanta praia, as vezes queremos dar uma pausa para conhecer outros pontos da cidade não é mesmo? Sugiro conhecer o Mercado de Artesanato que fica no centro da cidade, outro local bem típico para conhecer é a ferinha de artesanato de Pajuçara, em ambos os locais você poderá encontrar artesanatos de boa qualidade com preços variados. Durante sua caminhada pelo centro, não deixe de fazer uma prece na Catedral Metropolitana de Maceió, sua história e detalhes ajudam entender um pouquinho sobre a cidade.

Quando o assunto é comida, posso falar com a boca barriga cheia de que você não irá se decepcionar. Cafés, sorveterias, pizzarias e bons restaurantes estão muito bem distribuídos pela cidade. Dentre os meus locais preferidos, estão: Imperador dos Camarões (sugiro o prato: chiclete de camarão e casquinha de siri); Armazém Guimarães; Akuaba (aracajés e capioroskas fantásticas); Maria Antonieta (difícil escolher um só) e Cuscuzeria.

Foram dias incríveis, não somente pelo passeio em família mas por todo o contexto atrás dessa viagem, poucos vão me entender do que se trata. Ai, que saudades do céu, do sal, do sol de Maceió, Ai, que saudades do céu, do sal, do sol de Maceió…

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s